Boletim de Serviço Eletrônico em 14/06/2022

 

 

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - CAMPUS PONTA GROSSA

PROGR.DE POS-GRAD. EM ENGEN. DE PRODUCAO

 

EDITAL Nº 15/2022 - DIRPPG-PG

Processo de seleção de alunos ao curso de mestrado para turma 2022-2, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Ponta Grossa. 

O Diretor Geral do Campus Ponta Grossa da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), no uso de suas atribuições, torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de alunos para o Curso de Mestrado Acadêmico em Engenharia de Produção, para turma 2022-2.

 

1. Inscrição

1.1. O processo de inscrição compreende o preenchimento online da ficha de inscrição e a submissão da documentação solicitada no item 1.4;

1.2. A ficha de inscrição online encontra-se disponível, no período de 09 de junho a 25 de julho de 2022, no link: https://sistemas2.utfpr.edu.br/dpls/sistema/acad06/mpinscricaopg.inicio?p_unidcodnr=6&p_curscodnr=34&p_cursoanonr=2022;

1.3. Serão admitidos, para inscrição, graduados ou graduandos (que estejam cursando o último período de seu curso) com formação em cursos das seguintes áreas: engenharias e arquitetura, tecnologias, administração, economia, ciências contábeis e da computação, matemática e estatística. Para candidatos portadores de diploma de graduação (ou certificado de conclusão) de cursos diferentes dos mencionados anteriormente é obrigatório que o candidato tenha pós-graduação Lato Sensu concluída em áreas relacionadas aos projetos de pesquisa do PPGEP-PG;

1.4. A Confirmação das inscrições será realizada no período compreendido de 09 de junho a 25 de julho de 2022, mediante a submissão online em arquivo PDF da documentação constante nas alíneas a, b, c, d, e, f, g e h deste subitem, através do seguinte endereço eletrônico: http://pg.utfpr.edu.br/pos/inscricao/candidato/;

a) Ficha de inscrição online preenchida e assinada, conforme o item 1.1 e 1.2;

b) Documento oficial de identificação (RG, Carteira Nacional de Habilitação ou passaporte, se estrangeiro);

c) CPF ou página da Receita Federal, caso o número do CPF não conste do documento citado na alínea anterior. O CPF não é necessário para estrangeiro, entretanto, caso for classificado, o candidato deverá apresentar, no ato da matrícula, passaporte válido para período do curso de mestrado e visto para exercer atividade acadêmica no Brasil;

d) Diploma de graduação ou de documento equivalente, ou, no caso de candidatos concluintes do curso de graduação no ano letivo em que ocorrer processo de seleção de candidatos será aceita declaração de concluinte emitida pela IES (Instituição de Ensino Superior) de origem;

e) Currículo Lattes juntamente ao Anexo I deste edital preenchido pelo candidato, com documentos comprobatórios dos itens do Anexo I, em PDF único. Não serão aceitos em nenhuma hipótese outros tipos de currículos. Observação: O currículo na Plataforma Lattes está disponível em http://lattes.cnpq.br/;

f) Histórico escolar do curso de graduação, especificado na aliena “d”;

g) Documento de conclusão de pós-graduação Lato Sensu, caso o candidato não possua uma das graduações explicitadas no item 1.3;

h) Projeto de pesquisa elaborado obrigatoriamente conforme o modelo disponível em http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/documentos/formularios/mestrado, sendo obrigatória a escolha de um Projeto de Pesquisa do item 8. deste edital, que também poderá ser consultado no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/area-academica/grupos-de-pesquisa/grupos-de-pesquisa;

i) Os portadores de títulos de graduação plena obtidos no exterior deverão apresentar o diploma devidamente reconhecido pelo Ministério de Educação do país de origem, anexando cópia do referido diploma devidamente traduzido para o português;

j) Antes de submeter a documentação o candidato deverá certificar-se de que todos os arquivos foram inseridos corretamente;

k) Os documentos inseridos devem estar legíveis, e não serão aceitas fotografias de documentos;

l) Após realizar a submissão dos documentos o candidato deverá imprimir/salvar o comprovante para apresentar na defesa do projeto de pesquisa, caso seja selecionado para essa etapa;

m) A inobservância dos itens acima especificados implicará na eliminação do candidato do processo de seleção.

Observação: para que a inscrição seja efetivada, a ficha de inscrição deverá ser finalizada e logo em seguida impressa/salva, pois o candidato poderá não a recuperar posteriormente.

1.5 Serão de inteira responsabilidade do candidato as informações prestadas no processo de inscrição, dispondo o PPGEP-PG do direito de excluir do processo seletivo aquele que não apresentar documentação completa, preenchimento integral e legível do formulário e/ou que fornecer dados comprovadamente inverídicos.

1.6 A relação das inscrições homologadas será publicada no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/, no dia 26 de julho de 2022;

1.7 Recursos relacionados à homologação das inscrições serão aceitos até o dia 27 de julho de 2022, e ser enviados através do seguinte site http://pg.utfpr.edu.br/pos/inscricao/candidato. O “Modelo de requerimento de recurso”, para fins de recurso, fica à disposição dos candidatos no site http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/documentos/formularios/mestrado;

1.8 Após a análise do(s) recurso(s), se ocorrer; o resultado final das inscrições homologadas será publicado no dia 28 de julho de 2022, no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/;

1.9 Ao efetuar sua inscrição, o candidato atesta estar ciente e de acordo com as condições constantes no presente edital.

 

2 Vagas

2.1 A seleção dos candidatos será realizada pelo Colegiado do PPGEP-PG, o qual, selecionará os candidatos até o número de 23 (vinte e três) vagas, de acordo com aprovado pela CAPES projeto CAPES 77/2021 e critérios deste edital, e levando-se em consideração a capacidade de orientação docente.  Das 23 vagas ofertadas, serão destinadas até 12 (doze) vagas aos projetos da Linha de Gestão do Conhecimento e Inovação (item 8.1 deste edital) e até 11 (oito) vagas serão destinadas aos projetos da Linha de Gestão da Produção e Manutenção (item 8.2 deste edital);

 

3. Critérios de seleção

3.1 A seleção dos candidatos será efetuada em 2 (duas) etapas, conforme explicitado a seguir.

3.2 Primeira etapa da seleção - Avaliação do Currículo Lattes do candidato:

a) Os currículos serão avaliados e valorados de acordo com a pontuação prevista na Planilha de Pontuação para Seleção de Alunos Mestrado - PPGEP-PG / PRIMEIRA ETAPA no Anexo I deste edital. A pontuação solicitada será validada mediante a confirmação da documentação comprobatória dos itens previstos no referido Anexo I.

b) Esta avaliação será realizada pelos professores líderes dos projetos de pesquisa e validado por comissão própria, designada pela coordenação do PPGEP;

c) A pontuação deve ser solicitada pelo candidato preenchendo a penúltima coluna Planilha de Pontuação para Seleção de Alunos Mestrado - PPGEP-PG/ PRIMEIRA ETAPA no Anexo I deste edital, enviado conforme item 1.4. e) deste edital.

d) A pontuação máxima desta etapa é de 30 (trinta) pontos.

3.3 Os critérios de avaliação do currículo Lattes são:

a) Projetos concluídos de Iniciação Científica, Tecnológica, Inovação ou Extensão, ou Monitoria em disciplinas;

b) Patentes e/ou registros depositados e/ou concedidos, publicações de artigos em periódicos e artigos completos em anais de eventos;

c) Curso de especialização (pós-graduação Lato Sensu) relacionado com os projetos de pesquisa do PPGEP-PG;

d) Experiência profissional na área de Engenharia de Produção comprovada.

3.4 Todas as atividades deverão ser comprovadas, de acordo com as observações localizadas abaixo da Planilha de Pontuação do ANEXO I deste Edital;

3.5 Dentre o total de candidatos inscritos em cada Projeto de Pesquisa, serão classificados para a segunda etapa do processo seletivo, os 10 (dez) primeiros classificados na primeira etapa do processo. No caso de empate na pontuação da planilha do Anexo I será utilizada a pontuação do item B para desempate, persistindo o empate será utilizada a pontuação do item A para desempate;

3.6 O resultado da primeira etapa será publicado no dia 29 de julho de 2022 no site do PPGEP-PG: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg;

3.7 Recursos relacionados à primeira etapa do processo de seleção serão aceitos até o dia 01 de agosto de 2022 e deverão ser enviados através do seguinte site http://pg.utfpr.edu.br/pos/inscricao/candidato. O “Modelo de requerimento de recurso”, para fins de recurso, fica à disposição dos candidatos no site http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/documentos/formularios/mestrado;

3.8 Após a análise do(s) recurso(s), se ocorrer; o resultado final da primeira etapa será publicado no dia 02 de agosto de 2022, no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/.

3.9 Na divulgação do resultado da primeira etapa do processo seletivo constará o nome de todos os classificados, em ordem alfabética, por Projetos de Pesquisa.

3.10 A segunda etapa do processo será realizada no período de 04 a 05 de agosto de 2022, remotamente, com link de sala virtual, data e horário determinados, publicados juntamente com o resultado final da primeira etapa. A referida segunda etapa constará na defesa do projeto de pesquisa do candidato, com pontuação máxima de 70 (setenta) pontos, porém sendo obrigatória uma pontuação mínima de 35 (trinta e cinco) pontos. O projeto de pesquisa com pontuação inferior a mínima desclassifica o candidato do processo seletivo;

3.11 Os critérios de avaliação são:

a) Pertinência do projeto do candidato com o projeto de pesquisa escolhido na inscrição: 5 pontos;

b) Relevância do tema e viabilidade dos resultados esperados: 10 pontos;

c) Consistência do referencial teórico: 20 pontos;

d) Metodologia proposta: 15 pontos;

e) Defesa do projeto: 20 pontos.

3.12 A defesa do projeto de pesquisa será efetuada perante uma banca avaliadora composta por pelo menos 2 (dois) professores, sendo pelo menos um vinculado a Linha de Pesquisa no qual o candidato se inscreveu;

3.13 Para a defesa do projeto de pesquisa será necessário que o candidato possua os seguintes equipamentos: acesso à internet, computador, webcam e microfone. Os ambientes virtuais estarão disponíveis para compartilhamento de apresentação/tela, ficando o seu uso a critério do candidato. No dia do exame, o(a) candidato(a) deverá se apresentar com documento oficial/original de identificação com foto. A responsabilidade pela disponibilidade e qualidade da conexão para a defesa do projeto é do candidato. Não serão permitidas alterações de datas fora da janela prevista de defesas para cada projeto de pesquisa. A defesa do projeto de pesquisa realizada pelo candidato não poderá ultrapassar 10 minutos;

3.14 A classificação final dos candidatos será realizada por Projeto de Pesquisa no qual fez a sua inscrição, e obedecerá a seguinte equação de classificação:


Pontuação Final = (pontuação primeira etapa) + (pontuação segunda etapa)

 

4 Divulgação dos resultados

4.1 O resultado do processo seletivo do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção será divulgado no site http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/ no dia 08 de agosto de 2022;

4.2 Na divulgação do resultado do processo seletivo constará o nome dos candidatos aprovados distribuídos por Projetos de Pesquisa. Os candidatos aprovados serão classificados como: aluno regular, aluno especial ou aluno em lista de espera;

4.3 Recursos relacionados à segunda etapa do processo de seleção serão aceitos até o dia 09 de agosto de 2022, e deverão enviados através do site: http://pg.utfpr.edu.br/pos/inscricao/candidato. O “Modelo de requerimento de recurso”, para fins de recurso, fica à disposição dos candidatos no site http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/documentos/formularios/mestrado;

4.4 Após a análise do(s) recurso(s), se ocorrer; o resultado final do processo seletivo será publicado no dia 10 de agosto de 2022, em: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg/.

 

5 Matrícula

5.1 As datas e os procedimentos para matrícula serão divulgados juntamente com o resultado final, especificado no item 4.

5.2 Para matrícula deverão ser enviadas cópias dos seguintes documentos no e-mail ppgep-pg@utfpr.edu.br, em arquivo único, no formato PDF/A, na ordem apresentada abaixo, com tamanho máximo de 5MB (não serão aceitas fotografias de documentos):

  a) Documento de identificação, para brasileiros, que especifique RG e CPF, com foto e órgão expedidor/UF.

      b) Certidão de Nascimento ou Casamento.

      c) Diploma de curso de Graduação, frente e verso, ou declaração de Conclusão de Curso assinada pelo representante IES de Graduação. A declaração de conclusão do curso de Graduação é aceita para a matrícula, porém é necessária a apresentação do Diploma em até 1 (um) ano após a matrícula no curso. O discente será desligado do curso se não apresentar a documentação obrigatória.

      d) Histórico escolar do curso de Graduação com informação de Coeficiente de Rendimento ou equivalente.

      e) Certificado de reservista ou comprovante de regularidade com o serviço militar (para homens).

  Os candidatos estrangeiros devem apresentar os documentos descritos em 5.2, com as seguintes variações:

      f) Documento de identificação estrangeiro.

      g) Diploma de Graduação, reconhecido no Brasil, ou com o selo consular da Embaixada Brasileira no verso, ou com o selo de Apostilamento de Haia;

A documentação de candidatos estrangeiros pode ser aceita nos idiomas: Inglês, Francês e Espanhol. Documentos estrangeiros em outros idiomas devem ser apresentados com tradução juramentada.

5.3 A efetivação da matrícula está condicionada a apresentação dos documentos originais ou cópias autenticadas em cartório descritos no item 5.2, para autenticação das cópias encaminhadas por email, no Endereço: Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Ponta Grossa - DIRPPG,  Rua Doutor Washington Subtil Chueire, 330, Bloco E, Piso Superior, Jardim Carvalho, CEP: 84017-220, Ponta Grossa - PR, Telefone +55 (42) 3235-7042. Horário: 8:30 às 11:30 e 13:30 às 17:30.

O discente que não realizar o procedimento de conferência será impossibilitado de ingressar no curso.

5.4 Considera-se o aluno regularmente matriculado no Programa após a obtenção de Registro Acadêmico (RA) no Sistema Acadêmico da UTFPR, e após a matrícula entende-se que o aluno está ciente e de acordo com o regulamento vigente do Programa disponível no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg.

5.4.1 Perderá o direito à vaga o candidato que:

a) Não efetuar sua matrícula no PPGEP-PG no período estabelecido;
b) Deixar de apresentar a documentação exigida ou não observar os procedimentos estabelecidos neste Edital.

 

6. Validade

A seleção, ora descrita, terá validade somente para a Turma do Curso de Mestrado Acadêmico em Engenharia de Produção a que se refere o presente Edital.

 

7. Diploma

Ao aluno concluinte do curso de mestrado em Engenharia de Produção da UTFPR-PG aprovado em todas as suas etapas, conforme Regulamento Acadêmico do referido Curso será conferido Diploma de Mestre em Engenharia de Produção com área de concentração em Gestão Industrial.

 

8. Relação de projetos de pesquisa disponíveis para este processo seletivo

As vagas deste edital são ofertadas nos projetos de pesquisa do programa elencados nas seções 8.1 e 8.2. Mais detalhes dos projetos de pesquisa podem ser consultados no site: http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg.

 

8.1. Linha de pesquisa: Gestão do Conhecimento e da Inovação

8.1.1. Projetos de Pesquisa: CRIAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS, SEUS PROCESSOS E SUAS PATENTES
Com foco no setor industrial, são desenvolvidas pesquisas para as áreas de alimentos, novos materiais e química. As atividades na área de alimentos estão relacionadas ao desenvolvimento de filmes e embalagens para aplicação na indústria alimentícia e processos de secagens dos produtos comestíveis. As atividades relacionadas às áreas dos novos materiais e da química estão relacionadas às investigações s dos fenômenos e das modificações estruturais dos compostos químicos através da interferência de tratamento térmico assistido por pressão, à preparação e caracterizar filmes finos e ultrafinos e à síntese, caracterização e aplicação dos nanomateriais. Também obtém espumas de vidro a partir de rejeitos visando o desenvolvimento de novos produtos de mercado.

8.1.2. Projetos de Pesquisa: DINÂMICA E CONTROLE DE SISTEMAS DINÂMICOS LINEARES E NÃO LINEARES
Este projeto tem como objetivo promover o desenvolvimento científico e tecnológico por meio da análise dinâmica de sistemas lineares e não lineares e do projeto de controle para aplicações em sistemas elétricos, mecânicos, eletrônicos, mecatrônicos, biológicos, químicos, econômicos, assim como o projeto de controle para sistemas de conversão e geração de energia a partir de fontes renováveis (tais como: eólica, fotovoltaica, matérias piezelétricos, biomassa, gás natural, entre outros).

8.1.3. Projetos de Pesquisa: EORE: INDÚSTRIA 4.0 NA ENGENHARIA ORGANIZACIONAL E REDES DE EMPRESAS
A quarta revolução industrial, denominada como Indústria 4.0, ocorrida inicialmente no ambiente industrial e hoje disseminada por vários outros setores, como serviços e educação, traz desafios consideráveis para todos os segmentos impactados pelo mesmo. Pautada principalmente, mas não unicamente, na inserção, uso e otimização da tecnologia, vem trazendo possibilidades de consideráveis ganhos, em suas muitas aplicações.   Nesse contexto o setor acadêmico tem possibilidades de colaborar para o desenvolvimento do conhecimento necessário, facilitando entendimento, aplicação e melhora para todos os setores impactados pelas tecnologias impulsionadoras da Indústria 4.0. Assim, o grupo de pesquisa Indústria 4.0 na Engenharia Organizacional e Redes de Empresas atua em torno dos seguintes temas: Gestão Estratégica e Organizacional, Gestão da Produção, Desempenho Organizacional, Inovação/Empreendedorismo, Responsabilidade Social, Formação de Recursos Humanos/Educação 4.0, Gestão da Qualidade, Gestão da Manutenção, Redes de Empresas/Supply Chain e Logística, buscando entender como a Indústria 4.0 vêm impactando esses temas, considerando suas tecnologias, inovação, gestão, estrutura e estratégias, seja na indústria, no setor de serviços e terceiro setor.

8.1.4. Projeto de Pesquisa: GESTÃO DA INOVAÇÃO AGROINDUSTRIAL
O objetivo é estudar as diferentes linhas de inovação do setor agroindustrial, assim como as deficiências existentes, a fim de propor modelos, técnicas e ferramentas para a gestão da produção na cadeia agroindustrial. O grupo destaca-se pela visão sistêmica do desenvolvimento rural, buscando as alternativas para a manutenção da sustentabilidade na produção. Nas pesquisas desenvolvidas pelo grupo há o destaque da Biotecnologia como ferramenta para vários projetos em temas desde o ambiente industrial até a funcionalidades de paisagens e serviços ambientais. O grupo desenvolve trabalhos de extensão envolvendo a academia e setor produtivo em vários trabalhos de desenvolvimento tecnológico aplicados à demanda regional.

8.1.5. Projeto de Pesquisa: GESTÃO DE TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA
Tem por objetivo pesquisar: 1. Transferência de tecnologia, seus processos, agentes, recursos, mecanismos e barreiras; 2. Lei de inovação tecnológica, políticas e estratégias de inovação, propriedade intelectual e industrial; 3. Smart Cities: estruturas, inovação, tecnologias e políticas; 4. Antropotecnologia: impactos da tecnologia nos ambientes produtivos.

8.1.6. Projetos de Pesquisa: ORGANIZAÇÕES E SOCIEDADE
Visa fomentar a construção de conhecimentos relacionados ao bem-estar humano e aspectos produtivos, sob a perspectiva conceitual de Etzioni e Scott (1964, p. 3) em que “organizações são entidades sociais (ou agrupamentos humanos) deliberadamente criados e recriados para atingir metas especificas”. Essas organizações recebem influências externas, assim como influenciam a sociedade que as cercam. A influência organizacional estende-se aos níveis sociais e ambientais, com a geração de empregos, riquezas, e desenvolvimento social e industrial de uma nação. Neste contexto, Hall e Richard, (2009, p. 16) enfatizam que “as organizações são participantes ativas na sociedade”, ou seja, é também por meio do ambiente organizacional (independentemente do tamanho) que transformações na sociedade são geradas, impactando nos hábitos das pessoas. Por fim, o impacto que as organizações causam ou pretendem causar na sociedade, é objeto de estudo do grupo de pesquisa “Organizações e Sociedade”, tendo concentração na análise das seguintes temáticas: 1. Gestão de Recursos Humanos para o Ambiente Produtivo (GRHAP); 2. Qualidade de Vida (QV) e Qualidade de Vida no Trabalho (QVT); 3. Industrialização e Desenvolvimento social (IDs); 4. Ensino e Avaliação de Políticas Públicas na Educação (EAppe).

 

 8.1.7. Processos de geração de energia provenientes de fontes renováveis e suas aplicações.

Este projeto tem como objetivo promover o estudo, desenvolvimento e aplicações de fontes de energias renováveis assim como os seus impactos econômicos, sociais e ambientais. Sendo considerados os processos de geração, armazenamento e distribuição de energia provenientes de fontes eólica, fotovoltaica, matérias piezelétricas, biomassa, gás natural, entre outros. Considerando fontes de energia renováveis as principais temáticas trabalhadas incluem: Avaliações econômicas e financeiras; Modelagem e simulações computacionais; Aplicação de métodos de otimização; Projeto de controle aplicado a geração, distribuição e utilização de energia; Processamento eletrônico da energia elétrica; Geração de hidrogênio e biocombustíveis.

 

8.2. Linha de pesquisa: Gestão da Produção e Manutenção

8.2.1. Projetos de Pesquisa: APOIO À DECISÃO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
Tem como objetivos estudar os processos e organizações e propor modelos, técnicas e ferramentas regionalmente adequados para a manutenção dos processos produtivos e automatizados. Sua formação é multidisciplinar tendo como base às Ciências de Engenharia sendo complementada pelas áreas de Economia, Gestão, Informática e Educação Tecnológica. desenvolvido atividades de ensino em nível de graduação e pós-graduação com oferta de disciplinas (Instrumentação, Controle de Processos, Técnicas de Manutenção, Gestão de Manutenção, Ergonomia, Gestão da Informação entre outras), aprimoramento de grades curriculares (Engenharias e Tecnologias). Com relação à pesquisa tem tratado de temas como Automação Industrial regional/local, Arranjos Produtivos locais, modelos, métodos e ferramentas de Gestão de Manutenção e Automação no ambiente industrial, Transferência de Tecnologia e Planejamento e Controle da Manutenção. Na extensão tem qualificado profissionais em Estratégias de Controle de Processos, Monitoramento de Processos Industriais, Sistemas de Supervisão e Sistemas de Manutenção, de empresas e de instituições públicas.

8.2.2. Projetos de Pesquisa: BIOPRODUÇÃO
O objetivo é desenvolver pesquisas e soluções verdes que promovam a bioeconomia e o desenvolvimento sustentável. As principais temáticas trabalhadas incluem: bioeconomia, economia circular, avaliação de ciclo de vida, ecodesign, rotulagens ambientais, tecnologias e inovações verdes, modelos de negócios sustentáveis, avaliações econômicas e financeiras, bioenergias, mapeamento e análise de fluxos de materiais e energia, instrumentos de gestão e políticas para sustentabilidade. Este projeto está vinculado ao Laboratório de Estudos em Sistemas Produtivos Sustentáveis (LESP).

8.2.3. Projetos de Pesquisa: DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS E PROCESSOS DE MANUFATURA
De forma geral, investiga-se o desenvolvimento de produtos e seus processos de manufatura para a obtenção de novos produtos e/ou melhorias de produtos e processos além do desenvolvimento de novas tecnologias. Atualmente, o referido grupo tem desenvolvido trabalhos nos seguintes temas: no desenvolvimento de produtos e/ou processos para a produção de energia de biomassa renovável visando a sustentabilidade; no desenvolvimento de produtos para a melhoria da mobilidade de pessoas com limitações de movimentos ou com perda de movimentos.

8.2.4. Projetos de Pesquisa: ERGONOMIA E SEGURANÇA DO TRABALHO
Linha de pesquisa baseado na ciência da engenharia. Projetada para desenvolver conhecimentos e soluções para sistemas produtivos com foco na gestão integrada e multidisciplinar, contemplando as áreas de inovação nas organizações dentro do conceito de ergonomia e segurança do trabalho. A linha aprofunda-se em dois temas: ERGONOMIA: metodologia ergonômica, gerenciamento de riscos ergonômicos em diferentes cenários, abordagem micro e macroergonômia, conforto ambiental, aspectos ergonômicos de ambientes térmicos, do ruído, Iluminação em postos de trabalho, ofuscamento lumínico, avaliação do bem-estar/mal-estar térmico mediante índices PMV e PPD, avaliação da carga física derivada do trabalho dinâmico e estático, avaliação do risco derivado das posturas de trabalho, avaliação do risco derivado de atividades repetitivas. SEGURANÇA DO TRABALHO: Análise, pesquisa e desenvolvimento nas áreas específicas da higiene e segurança ocupacional, usabilidade de equipamentos, instrumentos, técnicas e procedimentos, intervenção em áreas específicas tais como avaliação de risco, confiabilidade, ruído e vibrações, iluminação, cultura e maturidade em segurança do trabalho, sistema de gestão de segurança do trabalho, riscos ocupacionais no ambiente industrial e empresarial, ciclo de gestão de riscos e gestão de segurança do trabalho de alto desempenho.

8.2.5. Projetos de Pesquisa: OTIMIZAÇÃO E TOMADA DE DECISÃO
O Grupo de Otimização e Tomada de Decisão tem por objetivos aplicar métodos matemáticos determinísticos e estocásticos modelagem e solução de problemas em sistemas de produção e serviço, projetos e logística e desenvolver modelos e ferramentas para tomada de decisão.

8.2.6. Projetos de Pesquisa: QUALIDADE AMBIENTAL INTERIOR PARA A MELHORIA DA SAÚDE E PRODUTIVIDADE

A Qualidade Ambiental Interior – Indoor Environmental Quality (IEQ) - é um requisito para um ambiente saudável e produtivo, tendo em vista que as pessoas passam cerca de 80% do seu tempo em ambientes fechados. Este projeto de pesquisa tem por objetivos estudar como os aspectos tangíveis (temperatura, luminosidade, ruídos e qualidade do ar) e os aspectos intangíveis (biofilia, layout, controle pessoal, limpeza e manutenção) da qualidade ambiental interior podem ser melhorados para trazer conforto, bem-estar e melhoria da produtividade aos usuários de ambientes internos.

 

9. Disposições Gerais

9.1. Acarretará a eliminação do candidato do processo seletivo, sem prejuízo das sanções penais cabíveis, o não cumprimento das normas definidas neste edital ou no regulamento e comunicados do PPGEP-PG.

9.2. Os candidatos que forem aprovados, mas não classificados para o projeto de pesquisa/linha de pesquisa que inicialmente se inscreveram neste edital, poderão ser realocados para outra linha ou projeto de pesquisa, desde que haja disponibilidade de vagas não preenchidas nos demais projetos.

9.3. Os casos omissos neste Edital serão decididos pelo Colegiado do PPGEP-PG.

9.4. Fica eleito o foro da Justiça Federal de Ponta Grossa como competente para dirimir questões não solucionadas administrativamente.

9.5. O presente edital será publicado em 08 de junho de 2022 no endereço eletrônico http://portal.utfpr.edu.br/cursos/coordenacoes/stricto-sensu/ppgep-pg e na secretaria da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Campus Ponta Grossa, Rua Doutor Washington Subtil Chueire, 330 - Jardim Carvalho - CEP 84017-220 - Ponta Grossa – PR.

 

Ponta Grossa, 08 de junho de 2022.

 

 


logotipo

Documento assinado eletronicamente por (Document electronically signed by) ANGELO MARCELO TUSSET, COORDENADOR(A) DE CURSO/PROGRAMA, em (at) 13/06/2022, às 16:44, conforme horário oficial de Brasília (according to official Brasilia-Brazil time), com fundamento no (with legal based on) art. 4º, § 3º, do Decreto nº 10.543, de 13 de novembro de 2020.


logotipo

Documento assinado eletronicamente por (Document electronically signed by) LUCIANO AUGUSTO LOURENCATO, DIRETOR(A), em (at) 13/06/2022, às 21:08, conforme horário oficial de Brasília (according to official Brasilia-Brazil time), com fundamento no (with legal based on) art. 4º, § 3º, do Decreto nº 10.543, de 13 de novembro de 2020.


logotipo

Documento assinado eletronicamente por (Document electronically signed by) ABEL DIONIZIO AZEREDO, DIRETOR(A)-GERAL, em (at) 14/06/2022, às 16:11, conforme horário oficial de Brasília (according to official Brasilia-Brazil time), com fundamento no (with legal based on) art. 4º, § 3º, do Decreto nº 10.543, de 13 de novembro de 2020.


QRCode Assinatura

A autenticidade deste documento pode ser conferida no site (The authenticity of this document can be checked on the website) https://sei.utfpr.edu.br/sei/controlador_externo.php?acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=0, informando o código verificador (informing the verification code) 2783259 e o código CRC (and the CRC code) FC742772.



ANEXO I

Planilha de Pontuação para Seleção de Alunos Mestrado - PPGEP-PG/IFTO: PRIMEIRA ETAPA

Nome do candidato:

Currículo Lattes

Item

Parâmetro de avaliação

Ponderação

Pontuação solicitada pelo candidato

Pontuação deferida pela comissão

   A

Projetos Concluídos de Iniciação Científica, Tecnológica, Inovação ou Extensão, ou Monitoria em disciplinas

(limitados a 2 pontos)

0,05 pontos por mês completo de projeto

 

 

     B

Patentes ou Registros

Depósito

(limitados a 2 ocorrências)

1,0 pontos por ocorrência

 

 

Concessão

2,0 pontos por ocorrência

 

 

Artigos em periódicos qualificados indexados na Scopus

 

Ponderação pelo maior valor de percentil do periódico na base de dados Scopus

Maior percentil entre

1,00 e >0,875

1,0 pontos por ocorrência

 

 

Maior percentil entre

0,875 e >0,75

0,875 pontos por ocorrência

 

 

Maior percentil entre

0,75 e >0,625

0,75 pontos por ocorrência

 

 

Maior percentil entre

0,625 e >0,50

0,625 pontos por ocorrência

 

 

Maior percentil entre

0,50 e >0,375

0,5 pontos por ocorrência

 

 

Maior percentil entre

0,375 e >0,25

0,375 pontos por ocorrência

 

 

Artigos em periódicos não indexados ou com maior percentil abaixo de 0,25

(Limitado a 4 ocorrências)

0,25 ponto por ocorrência

 

 

Artigos completos em anais de eventos (Internacional, Nacional, Regional ou local)

(Limitado a 5 ocorrências)

0,1 pontos por ocorrência

 

 

    C

Curso de especialização (pós-graduação Lato Sensu) relacionados às linhas de pesquisa do PPGEP

(Limitado a 1 ocorrência)

 

0,5 pontos por ocorrência

 

 

Pontuação total na primeira etapa do processo seletivo

(Máximo 30 pontos)

 

 

 

Observação: Os documentos comprobatórios dos itens A, B e C deverão estar anexados ao currículo Lattes, da seguinte forma:

a) Certificado ou declaração que comprove a conclusão em projetos de Iniciação Científica, Tecnológica, Inovação ou Extensão, ou em monitoria em disciplinas, devem ser emitidos pela instituição onde o projeto foi realizado, com data de início e fim, ou o numero de meses de forma explicita;

b) Patentes e/ou Registros: devem ser apresentado o comprovante de depósito e/ou concessão;

c) Artigos em periódicos e eventos: Cópia da primeira página, com nome do periódico ou evento e autores. Artigos em periódicos aceitos (in press) já disponíveis online serão pontuados;

d) Certificado ou declaração de conclusão de curso Lato Sensu reconhecido pelo MEC, emitido pela IES onde o curso foi realizado.

e) Declaração da empresa em que atou ou pela carteira de trabalho, para comprovar a experiência profissional em áreas correlatas as linhas de pesquisa deste edital.

PARA CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO NOS ITENS DO GRUPO B, SERÃO COMPUTADOS 100% DA PONTUAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA OU TECNOLÓGICA SE O(A) CANDIDATO(A) FOR PRIMEIRO AUTOR DA PRODUÇÃO. SE FOR COAUTOR TERÁ PONTUAÇÃO ATRIBUÍDA DE 50%.


Referência: Processo nº 23064.013659/2022-09 SEI nº 2783259